FGTS: Saques começam na segunda, veja como consultar seu saldo

Em decorrência da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, a Caixa Econômica Federal vai liberar a partir da próxima segunda-feira (15) o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no valor de até R$ 1.045 por trabalhador. O objetivo da ação autorizada pela Medida Provisória 946, editada no dia 7 de abril, é movimentar a economia diante da crise atual que o país passa.

As formas de saque, atendimentos e o calendário de pagamentos ainda não foi divulgado pela Caixa, mas os trabalhadores terão até 31 de dezembro de 2020 para sacar o FGTS. A instituição bancária informou que vai utilizar o mesmo método de pagamento do auxílio emergencial de R$ 600, com o valor do FGTS sendo liberado inicialmente em uma conta digital da Caixa, na qual será possível pagar e fazer compras.  O calendário seguirá o mês de nascimento do trabalhador.

A retirada do valor em espécie será feita posteriormente nas agências do banco, conforme calendário que levará em conta o mês de nascimento do trabalhador. A expectativa é que aproximadamente 60,8 milhões de trabalhadores, que tenham saldo em conta ativa ou inativa do FGTS, sejam beneficiados e R$ 36,2 bilhões sejam sacados.

O total do saque do FGTS leva em consideração todas as contas do beneficiário. Caso ele tenha mais de uma conta com dinheiro, o saque deverá ser feito inicialmente nas contas inativas, começando pela que tiver menor saldo. O recurso voltará para a conta vinculada do FGTS, caso não seja sacado. Se tiver conta na Caixa e o dinheiro cair automaticamente, a pessoa poderá recusar até o dia 30 de agosto deste ano.

FGTS

Como consultar o saldo?

É comum não saber como consultar o saldo no FGTS, então nós descomplicamos isso para você.

Primeira opção: site da Caixa

  •     Informe o número do CPF ou NIS/PIS e clique em “cadastrar senha”;
  •     Leia todo o regulamento e clique em “aceito”;
  •     Preencha seus dados e crie uma senha;
  •     Após esse processo, faça o login;
  •     No canto superior esquerdo, clique em Como consultar o saldo? Tutorial “FGTS”, e depois em “Saque Imediato FGTS”;
  •     Você será direcionado a outro site, no qual terá que informar seu CPF ou PIS e alguns outros dados.

Segunda opção: aplicativo do FGTS

  •     A ferramenta está disponível na App Store, Google Play ou Windows Store para download;
  •     Na tela inicial do app, clique em “cadastre-se” e preencha o formulário;
  •     Clique em “não sou um robô” e, depois, em “cadastre-se”;
  •     Você receberá um e-mail de confirmação. Acesse-o e clique no link enviado;
  •     No aplicativo, responda às perguntas com informações adicionais para confirmar os dados;
  •     Depois de ler e aceitar os termos, está pronto para uso.

O que é FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho.

No início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário.

O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados que, em algumas situações, podem dispor do total depositado em seus nomes.

Quem tem direito?

Todo trabalhador brasileiro com contrato de trabalho formal, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e, também, trabalhadores domésticos, rurais, temporários, intermitentes, avulsos, safreiros (operários rurais que trabalham apenas no período de colheita) e atletas profissionais têm direito ao FGTS. O diretor não empregado pode ser incluído no regime do FGTS, a critério do empregador.

Fonte: Jornal Contábil - 09/06/2020

Parceiros / Clientes

site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Capital Cobranças  |  Rua General Liberato Bitencourt, 1885 – Sala 501 - Bairro Estreito
Florianópolis, SC - Fone 048. 3027 6600